Próxima parada: TURISMO ESPACIAL



Próxima parada: TURISMO ESPACIAL

A Synapse resolveu sair da órbita terrestre e alcançar outros ares. Vamos falar um pouco sobre um assunto que nunca falamos antes: TURISMO ESPACIAL!

2019 é o ano prometido por muitas empresas para o start nesse novo ramo de viagens. Se as promessas forem reais, o próximo ano será a porta de entrada para uma era de turismo inédito.

O tempo do turismo espacial pode finalmente ter chegado. Empresas como a Blue Origin, Virgin Galactic, SpaceX e até a NASA já apresentam planos para esse novo ramo da economia e até competem para ocupar o posto de líder da modalidade.

Jeff Bezos, CEO da Amazon, afirma querer começar suas viagens já em 2019. Seu plano é liderar não apenas a venda de eletrônicos com a Amazon, ele pretende também estar a frente do turismo espacial com a Blue Origin!

A NASA que durante muito tempo foi contra estratégias marketeiras e não pensava em levar civis ao espaço tão cedo agora parece estar mais aberta a ideias como essa.

Assim como a Rússia fez tempos atrás, a NASA também pretende conseguir fundos com a abertura ao mercado consumidor.

A agencia espacial, que já tinha planos de privatização, agora fala em viagens turísticas, comércio da marca NASA e até possibilidade da venda de direitos de nomenclatura para seus foguetes.

Parece que o mercado além das fronteiras da atmosfera é mesmo promissor, não é?

Resultado de imagem para turismo espacial

E se você se interessou pelas viagens turísticas ao espaço, vamos a parte que você quer saber: valores!

Como era de se esperar, não vai ser qualquer pessoa que terá fotos do espaço sideral no seu Instagram.

As passagens para um voo espacial devem custar de US$ 200 mil a US$ 300 mil. Convertendo esses valores em reais, o brasileiro que quiser sair da atmosfera terá que desembolsar cerca de 1 milhão de reais para realizar o sonho de virar “astronauta”.

Segundo informações do portal UOL “será possível experimentar uma sensação de gravidade zero e também ver a curvatura do planeta. Após o passeio, a cápsula volta à superfície sustentada por paraquedas.”

A empresa Virgin, de Richard Branson, entrou tão forte na corrida do turismo espacial que já possui até lugares vendidos.  650 passagens já foram comercializadas para o passeio ao espaço que ainda está sem data para acontecer.

E você leitor, toparia pagar 1 milhão de Reais para viajar ao espaço?

Para mais notícias, acesse BLOG SYNAPSE

 

 

 

 

 

Compartilhar


Faça um diagnóstico gratuito!